Determinação e avaliação de fatores associados com práticas de gerenciamento sustentável da terra por agricultores do estado de Osun, Nigéria

  • Solomon Adedapo Adesoji
  • Adeola Lydia Adejumo

Resumo

Este estudo identificou práticas de gestão ambiental utilizados por agricultores no estado de Osun, Nigéria, determinando os fatores associados com as melhores práticas utilizadas. A técnica de amostragem multi-estágio foi utilizada para selecionar 256 agricultores de oito Áreas Governamentais Locais (AGLs) do estado. Oito diferentes empresas agrícolas foram selecionadas nas AGLs e, também,  quatro agricultores formam selecionados de cada empresa. Os dados coletados foram descritos com base na frequência, média e desvio padrão, enquanto as análises de regressão e de fatores foram utilizadas para realizar inferências neste estudo. Os resultados revelaram que o grupo de agricultores era majoritariamente formado por homens (60%) que tinham, em média, 48.0±10.3 anos de idade. O tamanho médio dos domicílios era de 6.6±2.8 e a maior parte dos residentes não eram capazes de ler e escrever. O estudo identificou 35 práticas de gerenciamento sustentável da terra conhecidas pelos agricultores, sendo que 28 destas 35 práticas eram efetivamente utilizadas. Sete fatores associados com o uso sustentável da terra são: experiência, acesso à recursos econômicos, acesso à recursos educacionais, acesso à insumos, características pessoais, características familiares e status de fertilidade do solo. Os fatores estimados são estatisticamente significantes (p < 0,05), demostrando que os níveis de consciência e de uso de práticas de gerenciamento sustentável no estado estão abaixo dos padrões esperados.

Publicado
2016-12-29
Como Citar
ADESOJI, Solomon Adedapo; ADEJUMO, Adeola Lydia. Determinação e avaliação de fatores associados com práticas de gerenciamento sustentável da terra por agricultores do estado de Osun, Nigéria. Revista Espinhaço | UFVJM, [S.l.], p. 4-12, dez. 2016. ISSN 2317-0611. Disponível em: <http://www.revistaespinhaco.com/index.php/journal/article/view/129>. Acesso em: 24 set. 2017.
Seção
Artigos