Serviços ecossistêmicos na bacia hidrográfica de um reservatório hidrelétrico em cenário de extrema escassez hídrica

  • Carolina Rezende Savino Silveira
  • Diego Rodrigues Macedo
  • Marcos Callisto

Resumo

Neste estudo foram avaliados serviços ecossistêmicos de regulação de processos erosivos, prestados pela manutenção da zona ripária para a conservação de cursos d'água na bacia hidrográfica de um empreendimento hidrelétrico. O objetivo deste estudo foi identificar as variáveis que contribuem para os serviços ecossistêmicos de controle de erosão e sedimentação na bacia hidrográfica do reservatório da Usina Hidrelétrica (UHE) de Nova Ponte, bacia do rio Araguari, MG. Foram analisados os tipos de uso e cobertura do solo, além de métricas de habitats físicos, em um ano de pluviosidade média regular e em um ano de escassez de chuvas. Dentre as variáveis analisadas, as relacionadas à presença de vegetação ripária e velocidade de fluxo foram as mais importantes relacionadas ao serviço ecossistêmico de controle de erosão e sedimentação nos dois períodos amostrais (2009 e 2013). Os resultados obtidos corroboram a importância da conservação da zona ripária de riachos para manutenção do serviço ecossistêmico de controle de erosão e sedimentação, além de contribuírem para manutenção do ciclo da água e recarga de aquíferos e consequente manutenção dos níveis de água em reservatórios hidrelétricos.

Publicado
2018-08-14
Como Citar
SILVEIRA, Carolina Rezende Savino; MACEDO, Diego Rodrigues; CALLISTO, Marcos. Serviços ecossistêmicos na bacia hidrográfica de um reservatório hidrelétrico em cenário de extrema escassez hídrica. Revista Espinhaço | UFVJM, [S.l.], p. 11-20, aug. 2018. ISSN 2317-0611. Disponível em: <http://www.revistaespinhaco.com/index.php/journal/article/view/202>. Acesso em: 21 oct. 2018.
Seção
Artigos